Auxiliar de higienização é a primeira a ser vacinada no Hospital Galileu

Sirlei Corrêa atua na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e integrou a equipe no período em que o Galileu atendeu exclusivamente casos do novo coronavírus

Nesta sexta-feira (22/1) foi a vez do Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), unidade gerenciada pela Pró-Saúde em Belém, iniciar a primeira etapa da campanha de imunização contra o novo coronavírus.

Para os colaboradores da unidade, que prestou atendimento exclusivo para casos da doença entre os meses de abril e junho do ano passado, a data ficará eternizada como símbolo de esperança e gratidão.

Atuando há seis anos no Galileu como auxiliar de higiene e limpeza, Sirlei Corrêa, de 47 anos e mãe de uma adolescente, foi a primeira profissional a receber a vacina. Em meio a muita emoção, ela relata o seu agradecimento pelo momento.

“A sensação é de alívio e gratidão. Estou muito feliz e realizada, pois era algo que já esperávamos há bastante tempo. Durante a pandemia, fui uma das responsáveis pela higienização da UTI. Senti medo, principalmente, de levar a doença para dentro de casa. Mas, graças a Deus, tudo está dando certo”, conta Sirlei

O maqueiro Mauro Pastana, foi o segundo a ser vacinado e já não conseguia conter a ansiedade. “Só agradeço a oportunidade de estar inserido nesta primeira etapa de vacinação. Agora, estou me sentindo muito mais seguro”, disse Mauro.

Para o diretor hospitalar Thiago Zaché, a imunização é fundamental para os colaboradores que atuam em áreas de maior risco e exposição ao coronavírus se sentirem mais seguros. “Nesta primeira etapa, cumpriremos as imunizações destes profissionais. Destaco o empenho da direção técnica e assistencial para estabelecer os critérios de forma técnica, justa e humana. O sentimento de amor ao próximo e aos profissionais de saúde é pleno”, ressalta o diretor.

Além de Sirlei e Mauro, outros profissionais como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas também fizeram parte desta primeira etapa de vacinação. Ao todo, 285 profissionais receberão as doses no Hospital Galileu.

“Realizamos um levantamento dos profissionais que atuam na linha de frente com os pacientes para participar desta primeira etapa de vacinação. A expectativa é que nos próximos meses todos os colaboradores sejam vacinados”, explica o médico e diretor Técnico Lucas Geralde.

Neste primeiro momento, estão sendo imunizados os colaboradores que atuam em funções onde há contato com os pacientes, seja na assistência ou apoio, conforme definido pelo Plano Paraense de Vacinação contra a Covid-19.

Atuação durante a pandemia
Durante quase dois meses, entre abril e junho de 2020, o Hospital Público Estadual Galileu foi referência para atendimento exclusivo de casos do novo coronavírus. O desafio foi se adaptar ao novo perfil de pacientes, o que exigiu a implantação de novos fluxos e treinamentos, além da readequação do espaço físico.

“Nossos profissionais passaram por momentos desafiadores. Hoje, é a primeira etapa da recompensa pelo trabalho desenvolvido durante a pandemia. A vacina traz consigo esperança por dias melhores”, pondera Lorena Portal, diretora Assistencial do HPEG.

Na pandemia, foram disponibilizados na unidade 94 leitos clínicos e dez leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). No total, 145 pacientes tiveram sua saúde recuperada após o tratamento.