Humanização do Hospital Galileu promove a visita virtual de familiares aos pacientes com Covid-19

O Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), unidade do Governo do Pará e gerenciado pela Pró-Saúde em Belém, vem oferecendo chamadas por vídeo para familiares e pacientes internados com o novo coronavírus (Covid-19).

A iniciativa faz parte do programa de humanização do HPEG que, desde o dia 30 de abril, após anúncio do governador, passou a atender de forma exclusiva os pacientes com Covid-19 no Pará.

A “visita virtual”, como é conhecida, já existia no Hospital Galileu, sendo implantada há 5 anos como uma das ações desenvolvidas pela unidade e que integra a Política de Humanização da Pró-Saúde.

Com a mudança do perfil de atendimento, o projeto foi readequado para atender de forma segura os pacientes com Covid-19 internados no Galileu, respeitando protocolos de higienização.

“A iniciativa consiste em disponibilizar para todos os usuários um meio de comunicação com seus familiares e amigos, fazendo uso dos recursos do hospital por meio de vídeo chamadas”, explica Vlamir Garcia, coordenador de T.I. do HPEG.

Atendimento Humanizado

João Cardoso, de 80 anos, se surpreendeu com a iniciativa. Internado há 14 dias no HPEG, o paciente ressalta a importância dessa ação para o seu emocional. “As ligações são muito importantes pra mim, já que minha família é tudo na minha vida! Ter a oportunidade de me comunicar com meus familiares é muito bom, e aqui tudo está sendo muito bem organizado. Ajuda a diminuir a saudade e a ansiedade por estar longe dos meus filhos”, disse.

Durante o processo de internação, a presença de um familiar também é importante para o processo de recuperação do paciente. “No momento que estamos vivendo, a visita virtual está contribuindo para minimizar o sofrimento causado pelo processo de internação e, ainda, por estarem longe dos familiares. Esse recurso está contribuindo para reduzir a ansiedade e manter o vínculo afetivo do paciente”, ressalta Lidiana Sousa, supervisora de Humanização do Hospital Galileu.

Mais de 100 pacientes recuperados

Desde que se tornou referência para casos de Covid-19, 107 pacientes já receberam alta hospitalar no HPEG. A Unidade está recebendo apenas pacientes encaminhados pelo Sistema de Regulação (SISREG), vinculado à Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (SESPA).

O Hospital Galileu, referência antes da pandemia no atendimento de casos de trauma, concluiu o ano de 2019 com 125 mil atendimentos realizados, sendo 7.872 consultas especializadas, 4.274 internações, 54.077 exames, 3.314 cirurgias e 56.288 atendimentos multiprofissionais.

A unidade foi o primeiro hospital público da capital a conquistar a certificação ONA 3 Acreditado com Excelência, concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). Esta é uma das mais respeitadas entidades avaliadoras dos serviços de saúde do país.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 11 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensora gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.