Em seis anos, Hospital Galileu realizou mais de 740 mil atendimentos

A unidade de retaguarda foi inaugurada em 2014, sendo referência em traumas-ortopédicos. O hospital é o único da região Norte que realiza o alongamento ósseo

Em seis anos, Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), localizado em Belém (PA), realizou mais de 740 mil atendimentos. Inaugurado em 14 de abril de 2014, a unidade desde então atua como hospital de retaguarda para desafogar a intensa demanda de outros hospitais, como Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua.

Desde a inauguração até março de 2020, o Hospital Galileu promoveu 17.683 cirurgias, 28.738 atendimentos ambulatoriais, 385.746 exames, 24.051 internações e 286.141 atendimentos multiprofissionais com psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos e fisioterapeutas.

A unidade presta atendimento público de baixa e média complexidade pelo SUS (Sistema Único de Saúde), sendo mantida pelo Governo do Estado do Pará e gerenciada desde o início pela Pró-Saúde, entidade filantrópica com mais de 50 anos de experiência.

Cirurgia de alongamento ósseo

O Hospital Galileu é referência no atendimento em traumas-ortopédicos, sendo o único hospital público da região Norte do país que realiza o alongamento ósseo. O procedimento cirúrgico pode ser indicado para a correção das distorções de tamanhos de pernas causados por diversos fatores.

Neste ano, o HPEG já realizou 66 cirurgias de alongamento, como foi o caso da paciente Kenya Siqueira. Ela teve uma fratura exposta na perna após queda durante atividade esportiva e precisou passar pelo procedimento em fevereiro deste ano. A assistência recebida no Hospital Galileu foi fundamental para a sua recuperação.

“Cheguei aqui pensando que teria que amputar a perna. Foi como uma luz no fim do túnel, já que estava totalmente sem esperança. O atendimento foi perfeito, desde a minha entrada aqui no Galileu, com agilidade e eficiência”, conta Kenya.

A excelência reconhecida pela ONA

A qualidade e humanização na assistência aos usuários pode ser comprovada por meio das premiações recebidas pelo hospital. Em 2019, o HPEG foi o primeiro hospital público da região metropolitana de Belém a conquistar o selo ONA 3 – Acreditado com Excelência, concedido pela Organização Nacional de Acreditação para instituições de saúde com a qualidade assistencial comprovada. “Ao longo destes anos, a missão do Hospital Galileu foi muito bem executada por todos os seus colaboradores, tornando o hospital exemplo de sustentabilidade, pertencimento e excelência em gestão, alcançando, assim, a certificação ONA 3”, ressalta o diretor Hospitalar, Rodrigo Fauth.

Atuação além dos muros do hospital

O Galileu é uma unidade que vem promovendo diversas ações que envolvem não apenas os pacientes internados, mas a sociedade de uma forma geral. Um exemplo disso é o curso de Cuidador de Idosos, que entrará em sua 10ª edição. Ministrado por profissionais capacitados como enfermeiros, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais, o curso já profissionalizou mais de 200 pessoas no cuidado com o idoso referentes a medicamentos, alimentação, higiene oral e outros. A iniciativa é realizada a cada 6 meses e oferecida gratuitamente às pessoas de baixa renda.