Pacientes estão produzindo a decoração de Natal do Hospital Galileu

O início do mês de dezembro trouxe o clima natalino para dentro do Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém. Pacientes internados na Unidade e acompanhantes, puderam confeccionar enfeites de natal que serão usados para a decoração do hospital, durante todo o mês. A ação, que aconteceu nesta sexta-feira (06), faz parte do trabalho das oficinas terapêuticas, desempenhadas pela equipe de Terapia Ocupacional em parceria com o setor de humanização do Hospital, gerenciado pela Pró-Saúde,  sob contrato de gestão Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa).

O paciente Diego Pinheiro, internado no Galileu, foi um dos participantes da oficina. Para ele, a iniciativa vai muito além do exercício físico. “Achei a atividade muito interessante. Além de auxiliar na recuperação, como sendo um tipo de fisioterapia, contribui com o lado mental já que, durante esses momentos, conseguimos nos distrair e sair do ambiente de enfermaria”, conta.

Ao som de músicas natalinas, os participantes puderam confeccionar arranjos que serão colocados na árvore de Natal da unidade, montada nos próximos dias. Além de pacientes, alguns acompanhantes participaram da programação, como é o caso de Marcelo Carmo, que ficou animado em participar. “Estou acompanhando meu irmão aqui no hospital e passo muito tempo aqui com ele. Atividades como essa são boas para interagirmos com outras pessoas, além de ser um momento agradável”, disse.

As oficinas como terapia

Por meio de materiais simples, como papel, tesoura, tinta e pincel, a equipe de Terapia Ocupacional do HPEG tem conseguido estimular a motricidade e a recuperação da autonomia dos pacientes internados.  As oficinas terapêuticas vêm conseguido desempenhar essa função, além de trabalhar com o lado emocional do paciente.

“O objetivo principal da oficina é trabalhar a função manual de cada paciente, explorando suas habilidades e fazendo com que ele encontre novas possibilidades durante seu processo de recuperação. Também desenvolve uma socialização entre eles, pois é um momento de troca de experiências e de colocar a imaginação em prática”, esclarece a Terapeuta Ocupacional, Thamires.

O Hospital Público Estadual Galileu (HPEG) é uma unidade de retaguarda, que atende média e alta complexidades, e presta assistência hospitalar em traumato-ortopedia, clínica médica e cardiologia.

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 22 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.