Usuários e colaboradores são surpreendidos por movimento de ‘Flash Mob’

“Nossa, foi emocionante! Eu nunca imaginei esse tipo de ação dentro de um hospital” disse a usuária Andreza Gemaque, de 22 anos, que estava na recepção, acompanhando a prima que aguardava internação no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, e foi surpreendida por um grupo de pessoas aleatórias que começaram a cantar louvores de Natal.

“Se pararmos para pensar, as pessoas que estão dentro de um hospital, geralmente estão abaladas emocionalmente, ainda mais nesse período de Natal, então, receber essa mensagem da forma como foi, realmente é de Deus”, refletiu Andreza, que disse nunca ter visto algo parecido em lugar nenhum. “Eu nunca tinha escutado falar sobre esse tipo de movimento, mas agora que vi, encantei”, relatou.

Assim como Andreza, muitos não sabem o que é Flash Mob – nome dado a um grupo de pessoas que se aglomeram em algum local público para realizar determinada ação inusitada, previamente combinada. A prima dela, Djane Gemaque, disse já ter visto alguma coisa sobre isso na internet. “Eu já vi alguns vídeos desses movimentos, mas foi em uma praça de alimentação de shopping, nunca imaginei que pudesse acontecer dentro do hospital. A ideia realmente foi maravilhosa, além de surpreendente” relata.

O objetivo do hospital, com a promoção do Flash Mob, foi transmitir uma mensagem de paz e esperança, além de desejar um feliz Natal a todos os usuários, acompanhantes, visitantes e colaboradores. “Com certeza alcançamos nosso objetivo, foi possível ver a emoção nos olhos dos nossos usuários, bem como, dos nossos colaboradores, e isso de fato é muito gratificante, pois sabemos que o Natal é uma data especial e que merece ser lembrada e comemorada de forma especial, mesmo que dentro de uma unidade hospitalar”, relata o diretor Geral da unidade, Saulo Mengarda.

Estiveram envolvidos na ação, cerca de 40 pessoas, na grande maioria, jovens, que frequentam uma igreja evangélica situada em Ananindeua, município vizinho de Belém. Segundo um dos organizadores, Namuel Nascimento, a ideia de levar o flash mob para dentro dos hospitais surgiu recentemente. “Nós iniciamos o grupo de flash mob este ano, já fizemos apresentações em supermercados, praças, shopping, e para este final de ano preparamos algo especial para os hospitais, pois entendemos que os enfermos necessitam desse momento de paz, alegria e esperança”, relata.

Quem também ficou surpresa com a ação foi a auxiliar de Farmácia, Alessandra Batos, que no momento da apresentação estava dentro do bloco cirúrgico. “Eu ouvi de longe aquelas vozes em total sintonia e muito afinadas, emocionando e transmitindo paz, foi muito bom, mesmo que eu não tenha visto, eu pude sentir a energia transmitida” relatou.

O grupo se apresentou na recepção principal e no corredor que contempla as clínicas de internação, Centro Cirúrgico e Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Programação

Como parte da programação de Natal, na última quarta-feira, 21/12, o Hospital Galileu promoveu um momento de oração, acompanhado de uma apresentação musical realizada por colaboradores. O encontro aconteceu na recepção da unidade, reunindo usuários internados e visitantes.