Hospital Público Estadual Galileu

Inaugurado em 14/4/14, o Hospital Público Estadual Galileu (HPEG) é uma unidade hospitalar de retaguarda, que atende baixa e média complexidades. Sua missão é cuidar de vidas prestando assistência hospitalar em traumato-ortopedia, clínica médica e cardiologia. A visão da unidade de saúde é ser reconhecida publicamente pela excelência na assistência hospitalar. O HPEG já conquistou as certificações ONA 2 - Acreditado Pleno e ONA 1 - Acreditado, da Organização Nacional de Acreditação.

A unidade pertence ao Governo do Estado do Pará. A sua administração é feita pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Em 2017, a unidade realizou mais de 130 mil atendimentos, 65 mil exames, 52 mil atendimentos multiprofissionais, além de 3.133 cirurgias.

Habilitações e certificações/ Prêmios e reconhecimentos

- Prêmio Holos – Melhores ferramentas implantadas de Gestão de Pessoas (Prêmio Prazer em Trabalhar 2018)

- ONA 2 – Acreditado Pleno (2018)

- Prêmio Amigo do Meio Ambiente (2017)

- Prêmio Líderes da Saúde Norte e Nordeste (2017) - na categoria Sustentabilidade

- Selo prata do Programa Brasileiro GHG Protocol (2017) – pela publicação do inventário completo de emissão de gases do efeito estufa.

- Certificação Diamante em Fixação Segura de Cateteres do programa Soluções Integradas para Saúde – 3M. (2017)

- Reconhecimento de participação da Campanha Global - Desafio de resíduos (2017)

- Prêmio Prazer em Trabalhar (2017) – 1° lugar na pesquisa Prazer em Trabalhar 2017, sendo considerado o melhor lugar para trabalhar no Estado do Pará

- Selo "Materiality Disclosures" da Global Reporting Initiative (GRI) (2017) - pela publicação do relatório de sustentabilidade referente ao ano de 2016.

- Signatário do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) (2016)

- ONA 1 - Acreditado (2016)

- Selo Green Kitchen (2016)

- Certificado Hospitais Saudáveis (2016) – referente aos resultados obtido em 2015

- Prêmio Ser Humano – modalidade Responsabilidade Social – organizacional “Projeto Visita Virtual” (2016)

- Prêmio Ser Humano – modalidade Gestão de Pessoas “Projeto Pesquisa de Clima Organizacional” (2016)

- Certificação Diamante em Prevenção de Lesões de Pele do programa Soluções Integradas para Saúde – 3M (2015)

Princípios fundamentais da assistência

 
 

Princípios Institucionais / Organizacionais

A Unidade

Unidade pública e gratuita, o Hospital Público Estadual Galileu possui 104 leitos, sendo 84 ortopédicos, seis de UTI, cinco de clínica médica/cardiologia, três de torácica, dois de leprologia e urologia, e quatro de isolamento. O Centro Cirúrgico é composto por duas salas cirúrgicas. Cerca de 450 profissionais atuam na unidade, que possui como especialidades médicas a ortopedia, cardiologia, clínica médica e intensivistas.

O Hospital Público Estadual Galileu atende aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) com respeito, dignidade e igualdade, visando a melhora contínua da assistência hospitalar feita com qualidade e segurança para seus pacientes. Sua prestação de serviço é baseada na humanização do tratamento com aplicação do processo de desospitalização, no qual os acompanhantes e familiares são preparados para continuar a cuidar dos pacientes em casa, após a alta hospitalar. A taxa de resolutividade da unidade é de mais de 98%. A instituição realiza cerca de 300 cirurgias por mês.

Especialidades

 
 

Atendimentos


Em 2017, o Hospital Público Estadual Galileu realizou mais de 131 mil atendimentos. O índice de satisfação do usuário foi de 95%.

Programas e Projetos

Uma saúde humanizada, que garanta a segurança do paciente e a qualidade dos serviços prestados é o foco do Hospital Galileu. A unidade realiza vários projetos que buscam acolher os usuários do SUS com respeito, dignidade e eficácia, sendo eles:

Contação de histórias
Incentiva a leitura e a contação de histórias aos usuários.
Cine Galileu
A cada 15 dias, usuários e acompanhantes usufruem de uma sessão de cinema, realizada no auditório do hospital.
Cine Galileu nas enfermarias
Duas vezes por semana, usuários impossibilitados de saírem de seus leitos têm a oportunidade de assistir filmes dentro das enfermarias e na UTI.
Visita estendida
Pacientes com longa permanência na unidade recebem a visita conjunta de familiares e amigos.
Visita amiga
Aproximando colaboradores do hospital e usuários e acompanhantes, as visitas acontecem semanalmente.
Aniversariantes
Pacientes que aniversariam no período de internação comemoram, no leito, com o Grupo de Trabalho de Humanização da unidade.
Projero Âncora
Prepara a família para continuar o tratamento do paciente em casa. O familiar é orientado sobre como auxiliar no tratamento. Trabalho de desospitalização que possibilita a redução dos índices de retorno do paciente ao ambiente hospitalar.
Ginástica laboral com acompanhantes
Alivia o estresse e promove a prevenção de lesões aos acompanhantes dos usuários com longo período de hospitalização, além de fomentar a prática de atividade física.
Dia do acompanhante
Orienta os acompanhantes quanto a inter-relação entre acompanhante e paciente, a fim de esclarecer qual a função dele e qual a importância do familiar no processo de recuperação do usuário.
Visita virtual
Aproxima familiares e amigos do paciente por meio da internet. O paciente utiliza uma sala para videoconferência, na qual são permitidas até oito conexões. A visita é diária e pode durar até 30 minutos.
Gameterapia (fisioterapia com videogame)
Projeto assistencial de estímulo ao paciente para aderir ao tratamento de fisioterapia. É um tratamento complementar da terapia de reabilitação, para que o paciente recupere a força muscular, a amplitude do movimento e treine seu equilíbrio. A terapia utiliza o videogame Nintendo Wii e plataforma Wii fit.
Música no HPEG
Consiste em promover melhoria na qualidade de vida do usuário internado. A música é inserida para tentar diminuir os efeitos negativos da hospitalização.
Serviço de reconstrução e alongamento ósseo
Projeto clínico utilizado para correção das distorções de tamanhos dos membros superiores e inferiores, causadas, principalmente, por traumatismos, mas que também podem ser causadas por infecções ou tumores, doenças adquiridas, entre outras causas.