Hospital Galileu destaca a humanização como missão no atendimento aos pacientes

“Parabéns pela profissão e ao mesmo tempo missão. Acabei de passar por um momento delicado e encontrei nestes profissionais um pouco de mãe, irmão e filho que cuidam. São verdadeiros anjos que Deus colocou na cabeceira de nosso leito para nos confortar e encorajar naqueles momentos tão difíceis”.

Esse foi o elogio feito por Mauro Silva aos profissionais de saúde do Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), unidade localizada em Belém (PA), após a sua internação devido ao novo coronavírus (Covid-19).

Com a saúde restabelecida, Mauro entrou para a lista dos mais de 140 pacientes recuperados da doença, durante o período em que a Unidade Hospitalar, que é gerenciada pela Pró-Saúde, atendeu exclusivamente casos de Covid-19. Desde o início, o HPEG tem como missão salvar vidas e já se tornou referência como hospital de retaguarda, no tratamento de traumas ortopédicos e cirurgias de alongamento ósseo, oferecendo à população paraense um atendimento de qualidade aos seus usuários.

“Oferecer um atendimento humanizado e com qualidade aos nossos usuários é nossa prioridade e algo que temos como princípio. A equipe do Hospital Galileu se dedica diariamente para oferecer o melhor aos pacientes, resultando em uma média de satisfação dos usuários de 98%”, ressalta Laís Mitiko, Supervisora do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP), do HPEG.

Atividades como a “musicoterapia” e “visita virtual” ajudam a proporcionar esse atendimento humanizado ao paciente durante o seu período de internação e contribuem para um processo de recuperação mais rápido e prazeroso. Além de ser um momento de distração para aqueles que participam.

Conquistas

A dedicação no atendimento e atuação destes profissionais vem sendo comprovada por meio das premiações recebidas pelo Hospital desde a sua inauguração. Em 2019, o HPEG foi o primeiro hospital público de Belém a conquistar a certificação ONA 3 – Acreditado com Excelência, concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), uma das mais respeitadas entidades avaliadoras dos serviços de saúde do país.

Além disso, a conquista do prêmio internacional “Health Care Climate Challenge”, que avalia instituições de saúde que estão avançando em direção ao cuidado inteligente com o meio ambiente, trouxe ao Hospital Galileu o reconhecimento na categoria de Redução de Gases do Efeito Estufa (não energia).

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade.

Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de 11 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensora gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.