Hospital Galileu abre inscrições para curso gratuito de Cuidador de Idosos

Bolo, convidados especiais e o reconhecimento oficial pela qualidade dos serviços prestados para a população, marcaram o início da semana de comemoração dos dois anos do Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Ananindeua. Na manhã desta segunda-feira, 6, foi realizada uma pequena cerimônia para comemorar o aniversário junto à pacientes e colaboradores e para a entrega da certificação pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) como ONA1 – Acreditado, que se constitui em um dos maiores títulos da área da saúde no Brasil. O Galileu foi criado para dar retaguarda ao Hospital Metropolitano. FOTO:ANTÔNIO SILVA / AG. PARÁ DATA:06.06.2016 BELÉM - PARÁ

A partir desta segunda-feira, 03/12, até a próxima quarta-feira, 05/12, o Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), localizado na Rodovia Mário Covas, em Belém (PA), estará com inscrições abertas para as turmas do Curso de Cuidador de Idosos que serão realizadas na Unidade em 2019. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas pelo link: https://tinyurl.com/ybbpmdy8 . Inscrições presenciais serão realizadas apenas na quarta-feira, 05/12, de 8h às 12h, na portaria da Unidade. As vagas são limitadas.

Para participar do curso são pré-requisitos ter idade mínima de 18 anos e o ensino fundamental completo. O Hospital Galileu é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), e realiza o curso de Cuidador de Idosos desde janeiro de 2017 com o objetivo de contribuir com a sociedade e suprir a necessidade de capacitação de pessoas para atuarem no cuidado com a pessoa idosa. A Unidade já formou cerca de 200 cuidadores.

O conteúdo programático do curso é todo ministrado por profissionais do Hospital, entre eles, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, enfermeiros e farmacêuticos. As matérias buscam formar um profissional completo com conhecimentos sobre ética; direitos do idoso; acessibilidade e prevenção de quedas; cuidados com medicamentos; prevenção de lesão de pele; noções básicas de primeiros socorros; cuidados com medicamentos; e mais.

São públicos prioritários do curso estudantes do ensino médio da rede pública, inclusive da Educação de Jovens e Adultos; pessoas com deficiência; povos indígenas, comunidades quilombolas e outras comunidades tradicionais; adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas; e estudantes que tenham cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em instituições privadas, desde que na condição de bolsista integral.