Pesquisa avalia nível de satisfação dos colaboradores do Hospital Galileu

Termina nesta quarta-feira (18/4), a Pesquisa de Clima Organizacional do Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém (PA). Esta é a quarta edição da pesquisa, que é considerada hoje a principal ferramenta de gestão do Recursos Humanos do hospital, pois consegue mensurar o nível de satisfação dos colaboradores e o que pode ser colocado como item de melhoria dentro da unidade.

Em 2017, o Hospital Galileu obteve o índice de 87% de satisfação dos colaboradores e a expectativa é que esse índice seja ainda maior este ano. “A gente vem evoluindo ao longo dos anos de pesquisa. Percebemos os pontos que eram mais frágeis e buscamos melhorá-los. Por exemplo, em relação às lideranças, foi através da Pesquisa de Clima que percebemos que seria interessante ter uma capacitação de lideranças anual”, ressaltou a supervisora de Recursos Humanos da unidade, Léa Azevedo.

A pesquisa conta com 15 itens que avaliam, entre outras coisas, a satisfação do colaborador em relação ao reconhecimento do seu trabalho, interação entre os setores, remuneração, capacitação contínua e segurança. O questionário ainda conta com um espaço livre para que o colaborador exponha suas sugestões ou reclamações.

A auxiliar administrativa, Evelin Araújo, é uma das colaboradoras que já fez questão de passar pelo hall da unidade para preencher o questionário, que é feito totalmente on-line. “Eu acho muito importante a pesquisa, percebo que tem uma evolução em relação as coisas que a gente informa ali”, afirmou. “Aqui no Hospital Galileu eles dão importância para o colaborador e dão esse feedbacksobre os nossos questionamentos, não só através da pesquisa de clima, mas a gente tem também o ‘Açaí com Diretor’ e eu já vi retornos para mim em relação a isso”, completou.

Ao término do último dia de pesquisa, o Recursos Humanos da unidade reunirá todos os dados computados para avaliar o índice de satisfação dos colaboradores, além de apresentar para a diretoria propostas de ações de melhoria.

Reconhecimento

Pelas práticas adotadas em Gestão de Pessoas pelo Hospital Galileu, unidade gerida pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), a entidade foi reconhecida, em 2018, pelo Prêmio Prazer em Trabalhar, recebendo o prêmio Holos de melhores ferramentas implantadas de Gestão de Pessoas.

E não é só reconhecimento externo que o hospital vem recebendo. Para o colaborador Marcos Costa, que começou como jovem aprendiz na unidade e, atualmente, ocupa o cargo de auxiliar administrativo, as promoções internas realizadas pelo hospital fazem parte desse diferencial em gerir pessoas. “Eu acho importante que valorizam e dão prioridade em relação a promoções para quem já trabalha na unidade. É muito difícil ver uma empresa que faz isso”, declarou.

Marcos confessa que nem pensava em trabalhar na área da saúde quando entrou no Hospital Galileu. A oportunidade como jovem aprendiz lhe abriu portas e, hoje, ele é apaixonado pela área, motivo pelo qual o jovem começou a fazer um curso técnico de Enfermagem. “Gostei muito de trabalhar com saúde e de trabalhar aqui. Não quero mais sair”, concluiu.