Hospital Galileu encerra campanha “Janeiro Branco” levando orientação para pacientes e acompanhantes

Após um mês dedicado a ações voltadas para a saúde mental, o Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém (PA), encerrou na quarta-feira, 31/1, sua programação dentro da campanha “Janeiro Branco”, com palestras e distribuição de folders informativos para usuários e acompanhantes que estavam na unidade. As psicólogas chamavam a atenção do público para a importância de cuidar da mente e, assim, evitar doenças como a depressão e transtornos de ansiedade.

Para Ademir Assunção, de 48 anos, que trabalha como repositor em um supermercado, e estava no hospital para uma consulta, a palestra serviu de alerta. Ele, que já esteve internado após quebrar o braço em um acidente de moto, disse que pretende se cuidar mais. “Acho que essas palestras funcionam como um tipo de alerta para a gente. É muito bom, falou sobre muitas coisas que eu não sabia”, destacou.

Mesmo para quem já conhecia bem o assunto, a palestra e as informações repassadas no folder despertavam o interesse. “Já tinha assistido uma palestra parecida no trabalho, mas essa veio para complementar, para aprendermos a nos cuidar um pouco mais, porque já passamos tanto estresse no dia a dia, é para pegar ônibus, é no trânsito”, afirmou a assistente administrativa Danielle Sousa, de 27 anos, que acompanhava a mãe, Maria Barbosa.

A psicóloga Jennifer Andrade ressalta que quando o estresse do dia a dia é somado a hospitalização de um ente querido, as consequências emocionais podem ser ainda piores. Por isso, a importância de falar sobre o assunto com todos os públicos.

“Quando um parente fica doente, a vida dos seus familiares mais próximas também acaba mudando, então se essas pessoas não pararem para pensar que precisam cuidar primeiramente de si para poder oferecer um cuidado melhor para o outro, correm o risco de ficar doentes também”, explicou.

Saúde mental para todos

Gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), o Hospital Galileu participa desde 2016 da campanha “Janeiro Branco” levando conforto e auxílio também para o público que nunca esteve no hospital, por meio de ações em praças, escolas, e este ano, ainda, com o seminário “Cuidar de si para cuidar do outro – Diálogos sobre saúde mental”, uma parceria com os hospitais Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) e Oncológico Infantil Octávio Lobo.

“Nossa missão é cuidar de vidas, então quando falamos sobre um assunto sério como saúde mental e os problemas que as doenças emocionais podem causar para o corpo e a mente das pessoas é um assunto que diz respeito a toda a população, que é importante falar dentro dos hospitais, das praças, escolas, e aonde mais pudermos ir”, ressaltou o diretor-geral do Hospital Galileu, Saulo Mengarda.

O alerta para cuidar da saúde emocional começou em janeiro, mas deve continuar o ano todo. “A gente pensa em janeiro como sendo o primeiro passo, mas ao longo do ano vamos continuar realizando ações nesse sentido, porque esse cuidado precisa ser mantido o ano todo”, concluiu a psicóloga da unidade, Jennifer Andrade.